segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

E SE EDGAR MORIN FOSSE TREINADOR DO INTER?

O sucesso do treinador parece manter-se em Itália...













A ideia foi, no minimo, inovadora: aplicar uma teoria filosófica à gestão e treino de uma equipa de futebol.

Após uma investigação sobre o tema, o jornalista Luis Lourenço concluiu que grande parte do sucesso de José Mourinho se deve a uma atitude diferente no mundo do futebol, baseada numa sistematização e fundamentação filosóficas.

O trabalho de José Mourinho vem assim revolucionar a área das Ciências Sociais e Humanas.

Baseado essencialmente na teoria da complexidade de Edgar Morin, com influências claras da Fenomenologia francesa de Merleau-Ponty, as ideias e as metodologias de José Mourinho vieram influenciar as ciências desportivas e aproximá-las das ciências filosóficas, lembrando o antigo espírito olimpico grego...













Fernando Ilharco foi o orientador da Tese de Mestrado do jornalista Luis Lourenço.

"O livro faz uma resenha do debate em curso e oferece uma aproximação original à filosofia da informação, assente no pensamento de Heidegger e na tradição fenomenológica." (Webboom)
Enviar um comentário